Siga-nos nas redes sociais:

 
A Diocese
A Diocese de Camaçari foi criada em 15 de dezembro de 2010, pelo Papa Bento XVI, desmembrada da Arquidiocese de São Salvador da Bahia. Possui um território de 2.382 Km² e uma população de 719.902 habitantes, dos quais 481 mil são católicos, nos municípios de Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Terra Nova.
A solenidade de instalação da diocese e posse de seu primeiro bispo, Dom João Carlos Petrini, foi realizada no dia 19 de fevereiro de 2011 e foi dividida em dois momentos: o primeiro, na Catedral São Thomaz de Cantuária, com a cerimônia de posse do primeiro bispo e, em seguida, no Estádio Armando Oliveira, com a presença do Núncio Apostólico Dom Lorenzo Baldisseri, além de cardeais e bispos de todo Brasil.
O padroeiro da Diocese de Camaçari é São Thomaz de Cantuária, e a catedral fica localizada na Praça Desembargador Montenegro, 09, centro.

Bispo

Dom João Carlos Petrini
Ano do Jubileu
Dom João Carlos Petrini, é o primeiro bispo da Diocese de Camaçari, nasceu em Fermo, na Itália, em 18 de novembro de 1945. Chegou ao Brasil como leigo em março de 1970, como membro de uma equipe missionária da Diocese de Fermo, para um trabalho no Bairro de São Mateus.

Foi ordenado sacerdote na sua cidade natal, Fermo, em 28 de junho de 1975, por Mons. Cleto Belucci. Em 15 de dezembro de 2010, foi nomeado primeiro bispo da então criada Diocese de Camaçari (desmembrada da Arquidiocese de São Salvador da Bahia) e em 19 de fevereiro de 2011, assumiu a Diocese de Camaçari como bispo titular.

Confira a Biografia completa : https://www.diocesedecamacari.com.br/bispo
Fatos marcantes
  • 2011
  • 2012
  • 2013
  • 2014
  • 2015
  • 2016
  • 2017
  • 2018
  • 2019
Quando tudo começou
Quando tudo começou
2011
A solenidade de instalação da diocese e posse de seu primeiro bispo, Dom João Carlos Petrini, foi realizada no dia 19 de fevereiro de 2011, e dividida em dois momentos: o primeiro na Catedral São Thomaz de Cantuária, com a cerimônia de posse do bispo e, em seguida, no Estádio Armando Oliveira, com a presença do Núncio Apostólico, Dom Lorenzo Baldisseri, além de Cardeais e bispos de todo Brasil. No mesmo ano, no período de 19 a 21 dezembro, recebemos o ícone de Nossa Senhora e a Cruz Peregrina da Jornada Mundial da Juventude, que passaram pela Paróquia São Miguel de Cotegipe, em Simões Filho, São Sebastião, Santuário Nossa Senhora da Candeias, em Candeias, Paróquia Santo Antônio de Santana Galvão, em Dias d´ávila, e Catedral São Thomaz de Cantuária. “Esse é o primeiro fruto da nossa Diocese, esses símbolos só estão aqui porque hoje somos uma Diocese. Estamos recebendo muitas bênçãos e toda comunidade está participando, apesar de ser uma data complicada em período de festa”, afirmou na época o vigário Geral da Diocese de Camaçari, Côn. Osmar Junior, ressaltando a importância do momento. Após os momentos na igreja, os fiéis saíram em peregrinação com os símbolos pelas ruas do centro, com o “Bote Fé Camaçari”. Em seguida, já na Catedral, o Bispo Dom João Carlos Petrini, celebrou a missa de envio, encerrando a passagem dos símbolos na cidade, que seguiram para a Diocese de Alagoinhas. 
A criação da diocese
  • CRIAÇÃO DA DIOCESE
    CRIAÇÃO DA DIOCESE
  • NOMEAÇÃO DO PRIMEIRO BISPO
    NOMEAÇÃO DO PRIMEIRO BISPO
  • PEREGRINAÇÃO DE FÉ E LUZ
    PEREGRINAÇÃO DE FÉ E LUZ
  • PROGRAMAÇÃO DO ANO JUBILAR
    PROGRAMAÇÃO DO ANO JUBILAR
   

A Diocese de Camaçari foi criada em 15 de dezembro de 2010 pelo Papa Bento XVI, desmembrada da Arquidiocese de São Salvador da Bahia.

A solenidade de instalação da diocese e posse de seu primeiro bispo, Dom João Carlos Petrini foi realizada no dia 19 de fevereiro de 2011 e foi dividida em dois momentos, o primeiro na Catedral São Thomaz de Cantuária com a cerimônia de posse do primeiro bispo e em seguida no Estádio Armando Oliveira com a presença do Núncio Apostólico Dom Lorenzo Baldisseri, além de Cardeais e bispos de todo Brasil. Confira a tradução da Bula de criação da Diocese de Camaçari :


BENTO BISPO SERVO DOS SERVOS DE DEUS PARA PERPÉTUA MEMÓRIA

Para fomentar mais ajustadamente o bem espiritual dos fiéis cristãos, nosso venerável irmão Geraldo Majella SER, Cardeal Angelo, Arcebispo Metropolitano de São Salvador no Brasil, ouvido a Conferência Nacional da circunscrição eclesiástica, fosse fundada a nova Diocese. Nós, com o voto favorável do Venerável Irmão Lourenço Baldisseri, com o título Arquiepiscopal de Diocleciano e Núncio Apostólico da referida Nação, do conselho da Congregação dos Bispos, julgamos de boa vontade que devesse ser atendida postulação das almas e muito vantajoso para a salvação. Por isso, com nosso maior poder apostólico, decidimos o que se segue: Separamos da arquidiocese de São Salvador no Brasil o Território conforme presentemente circunscrito pela lei civil dos municípios de Camaçari, Candeias, Dias D’ Ávila, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião de Passé, Simões Filho e Terra Nova; e assim dos municípios separados constituímos a nova diocese de Camaçari. Pomos a sede da fundada diocese na cidade de Camaçari e elevamos o templo paroquial ali citado, dedicado em honra de São Thomaz de Cantuária, ao grau e dignidade de igreja Catedral, na qual, em verdade, mandamos que seja instituído o Cabido Canônico para a norma de direito. Além disso, fazemos a nova Diocese de Camaçari sufragânea da Igreja Metropolitana de São Salvador no Brasil, e subordinamos seu Bispo ao direito metropolítico do Arcebispo, pelo tempo da mesma Sede metropolitana. As demais coisas, sejam ordenadas segundo as leis canônicas. Todas as coisas que devem ser feitas, entregamos ao Venerável irmão Lourenço Baldisseri citado, ou, na sua ausência, aquele que cuida dos negócios da Santa Sé no Brasil, a eles atribuindo as necessárias e oportunas faculdades de também subdelegar, para efeito do que se trata algum cidadão constituído em dignidade eclesiástica, imposto o ONUS de enviar, quanto antes, à Congregação dos Bispos, um exemplar autêntico do ato de execução. Finalmente, queremos que esta Nossa Constituição, dada sob carimbo Letras Apostólicas e assinada ritualmente, seja ratificada agora e no futuro, não obstantes quaisquer coisas contrárias. Dado em Roma, em São Pedro, no décimo quinto do mês de dezembro, no ano de dois mil e dez, sexto de nosso Pontificado.

Papa Bento XVI

Galeria de fotos
Depoimentos
  • “Estou muito alegre com esse novo rumo que Nazaré do Jacuípe está tomando, estamos perseverantes para que possamos chegar aos nossos objetivos com êxito e tranquilidade. A comunidade está ganhando muito, pois estão surgindo novos grupos como a pastoral da criança, catequese. A pastoral da família está dando um passo muito bom, buscando outras famílias, evangelizando nas famílias. Estão surgindo novos jovens e ponho fé que um dia eles serão bons líderes de comunidades. Nosso Padre, José André, é muito acolhedor, estamos muito felizes com sua presença e o trabalho que está sendo realizado, tenho certeza que irá surgir novas pastorais para fortalecer a nossa comunidade. Tudo que nós fazemos é por Jesus e por Maria”.

    Elenice dos Santos Santana da Silva - Quase Paróquia do Sagrado Coração de Jesus - São Sebastião do Passé
  • “A Paróquia Ascensão do Senhor, nasceu do coração de nosso Bispo Dom João Carlos Petrini. Que, com sua visão evangelizadora, percebeu a necessidade de expandir a "Igreja Missionária de Cristo Jesus" em Camaçari. A Paróquia cresce, se multiplica na graça e no amor desse Deus Vivo e Presente. No trabalho das pastorais, dos grupos e dos movimentos, surgem sempre oportunidades de levar a Palavra salvífica de Deus Pai.

    Há uma grande expectativa para os anos vindouros, porque o nosso trabalho, junto ao nosso pároco, padre Valmir Miranda, é árduo, incansável e visionário. Somos motivados e capacitados, diuturnamente, pelo Espírito Santo de Deus. E ainda que nos sintamos fracos e desanimados, nessa grande família Cristã, há todo suporte físico e espiritual necessário para que prossigamos a carreira que nos está proposta.

    Os movimentos, grupos e serviços, têm sido atuantes e tornam nossa Paróquia viva, alegre e motivada. Com o ânimo e a doação dos nossos fiéis paroquianos, e com a dedicação de nosso pároco, seguimos nesse caminho de evangelização”.
    Henny Raquel Pereira e Arley Fábio de Matos Andrade - Quase Paróquia Ascensão do Senhor Camaçari
  • Após virarmos paróquia muita coisa mudou. Mesmo já existindo toda uma experiência de comunidade. É como se, depois de muitos anos vividos, ter oportunidade de voltar a ser criança, mas sem esquecer as experiências vividas, as dificuldades, os desafios, e o prazer que cada coisa proporciona.
    Os primeiros anos foram difíceis, nosso primeiro pároco, Pe. Marcos Filgueira, nos acompanhou no início e, a medida que o tempo foi passando, fomos amadurecendo. Outros agentes de Pastorais foram requisitados para assumirem coordenações, novos ministros, catequistas, coroinhas, corais entre outros. Tudo isso favoreceu a continuação do trabalho na ocasião da posse do padre Rogério Rosa. Ele nos deu a prova de que santo de casa faz milagre sim. Mesmo sendo um padre jovem, mostrou-se um administrador nato e em pouco tempo conseguimos um veículo pra paróquia, o dízimo cresceu significativamente, as missas aos domingos sempre cheias, a escola da fé, sem contar nos demais eventos que acrescentou a nossa agenda paroquial. Muitos irmãos retornaram ao convívio e hoje podemos dizer que “Não há uma paróquia como a nossa”!

    Claudiane dos Santos Silva - Paróquia Nossa Senhora da Luz - Simões Filho
  • “O curso de Extensão em Teologia é de grande importância, não só para mim, mas para todo leigo, pois nos possibilita um aprofundamento do papel do leigo na vida pastoral da Igreja e, por consequência, o aprofundamento de nossa Fé. O curso apresenta uma metodologia de ensino de fácil compreensão, além de possuir uma excelente equipe pedagógica, possibilitando que até o mais “simples” dos fiéis, possa compreender os mais complexos assuntos da doutrina católica.

    Participar deste curso me proporcionou um grande amadurecimento na Fé, fazendo-me descobrir o meu papel como agente de pastoral e a importância da atuação consciente do leigo na vida da Igreja. O meu crescimento como cristão que vive a sua Fé de forma ativa e consciente na sociedade e na vida da igreja, só foi possível após a criação da nossa Diocese, o que possibilitou não só o meu acesso, mas também o acesso de muitos leigos a este curso que, antes, só podia ser cursado em Salvador, com muita dificuldade, e hoje podemos realizar aqui em nossa paróquia, em São Sebastião do Passé”.
    João José, aluno do curso de extensão em teologia polo São Sebastião
   

Fale conosco

Newsletter
CADASTRE SEU E-MAIL e receba notícias atualizadas da Diocese de Camaçari

Copyright © Diocese de Camaçari. Todos os direitos reservados