Irmã Dulce: beata brasileira será proclamada Santa

Decreto autorizado pelo Papa reconhece o milagre atribuído à intercessão de Irmã Dulce; beata será proximamente proclamada santa

Da redação, com Vatican News

Missa abre homenagens ao centenário de Irmã Dulce

A beata Irmã Dulce será proclamada santa em solene celebração de canonizações/ Foto: Obras Sociais Irmã Dulce

O Papa Francisco recebeu em audiência nesta segunda-feira, 13, o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, e autorizou o Dicastério Vaticano a promulgar, nesta terça-feira, 14, oito novos decretos, entre eles o que reconhece um milagre atribuído à intercessão da beata brasileira Dulce Lopes Pontes, conhecida como Irmã Dulce, e prevê sua canonização em uma próxima solenidade.

Com vista no processo de canonização, o Vaticano estava analisando três graças alcançadas por devotos com a intercessão de irmã Dulce, esses casos foram enviados em 2014 pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). O Vaticano ainda não divulgou qual milagre foi reconhecido.

Irmã Dulce é recordada como “O Anjo bom da Bahia”, por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados. Religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a beata nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992. Irmã Dulce foi beatificada em 22 de maio de 2011.

Fonte : Canção Nova
Publicado : 14/05/2019