Artigo : Construir a paz

CONSTRUIR A PAZ

 Construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência.  É com esse objetivo que a Igreja Católica através da CF-2018 nos convida à aprofundar a reflexão e discussão de um tema importante e um dos mais sérios desafios que o Brasil e a população em geral afronta atualmente.  O tema da Campanha : “Fraternidade e superação da violência” e o lema: “Em Cristo somos todos irmãos” , esse é um bom momento e uma ótima iniciativa para que população discuta, reflita de forma crítica e criadora e ajude a encontrar as saídas para este desafio através da promoção da paz.

É possível afirmar que violência é qualquer ação contra a vida ou a sociedade que possa causá-las prejuízo ou destruí-las por completo. A Escritura conhece duas formas de violência: uma injusta (fruto da injustiça dos homens) e outra “justa” utilizada por uma causa justa ou por fim nobre como é o caso da legítima defesa.

É oportuno que este tema faça parte da agenda de discussão de nosso país, a começar pelas paróquias e comunidades de base cada qual com suas realidades, onde de fato o povo vive, sofre e esperneia ante o caos dos serviços públicos, como saúde, segurança pública, saneamento básico e educação, dentre outros.

Esse é nosso momento enquanto leigos e leigas com o compromisso e responsabilidade de assumir o nosso papel na sociedade – Não podemos deixar apenas nas “mãos” dos governantes a solução desses grandes desafios, principalmente se considerarmos a desonra, que tem marcado o cenário político e administrativo de nosso pais, além do preceito constitucional de que o poder emana do povo, ou seja, o povo.

Nós precisamos ser promotores da paz e da unidade no Corpo de Cristo. Primeiro: pela humildade e pela mansidão. Não precisamos obrigar ninguém a pensar como nós. Devemos evitar as discussões tolas, as paixões políticas, as paixões por futebol e por outras coisas que não levam e não constroem a unidade.

Segundo: saber suportar, ter paciência e viver no amor com quem não pensa como nós, com quem não quer as coisas como nós ou não pensa o mundo como nós.  Mesmo que tenhamos times de futebol, partidos, visão política e gosto diferentes, podemos viver plenamente unidos na promoção da paz.

 Por :Verinilson Lima

CAMPANHA DA FRATERNIDADE

A Diocese de Camaçari vai realizar no dia 17 de fevereiro o Seminário sobre a Campanha da Fraternidade 2018. O Encontro será realizado de 08h às 12h no Centro Diocesano São João Paulo II. As inscrições podem ser realizadas nas Paróquias da Diocese de Camaçari.

Publicado : 12/01/2018